quinta-feira, outubro 15, 2009

Estagiário Convencido

Este anúncio foi publicado num famoso site de procura e oferta de trabalho nacional. Um jovem recém licenciado na área lê-o e achou que devia responder à letra! A Revista Visão de 16 de Julho publicou um artigo sobre o jovem que deu esta resposta!

A XXXXXXXXXX está a aceitar candidaturas para estágio na área de Design Requisitos Académicos: Finalista ou recém-licenciada(o) em Design.

Competências pessoais :
• Poder de comunicação;
• Iniciativa;
• Auto-motivação;
• Orientação para resultados;
• Capacidade de planeamento e organização;
• Criatividade

Competências técnicas:
Conhecimentos nos seguintes programas/linguagens
• Adobe Photoshop,
• InDesign,
• Illustrator (FreeHand e Corel Draw) Flash,
• Dreamweaver,
• Premiere,
• AfterEffects,
• SoundBooth,
• SoundForge,
• AutoCad,
• 3D StudioMax
• HTML (basic),
• ActionScript 2.0 (basic),
• CSS,
• XML.

Remuneração: Estágio Remunerado
Duração: 6 meses, com possibilidade de integração na equipa

Portanto, e resumindo, esta empresa quer um recém licenciado que saiba de origem 13 softwares e 4 linguagens de programação. Isto é o país em que vivemos. Não me ficando atrás perante esta pérola, decidi responder no mesmo estilo.

Eis o que lhes respondi:

Boa noite,
Estou a entrar em contacto para responder ao anúncio colocado no site Carga de Trabalhos para a posição de estagiário em Design.
Chamo-me André Sousa, tenho 25 anos e sou um recém licenciado em Design de Equipamento (Fac. Belas Artes de Lisboa).
Sou extremamente comunicativo, transbordo iniciativa e auto-motivação, estou constantemente orientado para os objectivos como uma bússola para o Norte (magnético), sou mais planeado e organizado que o Secretário de Estado de Planeamento e Organização e sou um diamante da criatividade como já devem ter percebido e como vão poder comprovar nas próximas linhas.
Quanto aos conhecimentos técnicos:
Sou um mestre em Adobe Photoshop.
Conheço o InDesign por dentro e por fora.
O Illustrator, Freehand, Corel e o Flash são os meus brinquedos do dia a dia, faço o que quiser com eles.
Nem me ponham a falar do Dreamweaver, até de olhos fechados...
Premiere... Até sonho com ele!
AfterEffects tem um lugar especial no meu coração.
Faço umas coisas bem maradas com o SoundBooth e o SoundForge.
Com o Autocad e o 3d Studio Max até vos faço duvidar dos vossos próprios olhos.
Html, Action Script 2.0, CSS e XML são as linguagens do meu mundo.
Mas sejamos francos, qualquer estudante de 1º ano sabe de cor e salteado qualquer um destes 13 softwares e 4 linguagens de programação...
Eu sou um recém finalista. E como tal tenho muito mais para oferecer:
Tenho conhecimentos de Cinema 4D, Maya, Blender, Sketch Up e Paint ao nível de guru.
Tenho conhecimentos mega-avançados de C+, C, C++, C+ ou -, Java, JavaScript, Ruby on Rails, Ruby on Skates, MySQL, YourSQL, Everyone'sSQL, Action Script 3.0, Drama Script 3.0, Comedy Strip 3.0 e Strip Tease 2.5, Ajax, Vanish Oxi Action, Oracle, Sonasol, XHTML, Batman e VisualBasic.
Conheço o Office todo de trás pra frente assim como o Microsoft WC.
Domino o Flex ao nível do Bill Gates e mexo no Final Cut Pro melhor que o Steven Spielberg.
Tenho ainda conhecimentos de grande amplitude em 4 softwares que estão a ser desenvolvidos por grandes marcas e também de 3 outros softwares que ainda não foram inventados.
Falo 17 línguas, 5 das quais já estão mortas e 6 dialectos de povos indígenas por descobrir.
Com estes conhecimentos todos estou super interessado num estágio porque acho que ainda tenho muito para aprender e experiência para ganhar. Espero que ao fim de 6 meses tenha estofo suficiente para poder fazer parte da vossa equipa e quem sabe liderá-la.
Fico ansiosamente à espera de uma resposta vossa.
Embora tenha uma oportunidade de emprego na NASA e outra no CERN espero mesmo poder fazer parte da vossa equipa.

Cumprimentos,
A. S.

PS: Com um anúncio desses, a pedir o que pedem a um recém licenciado, é uma resposta destas que merecem. Peço desculpa se feri susceptibilidades mas não me consegui conter

7 comentários:

Jónatas disse...

Um anúncio desses é sem dúzida irrisório é o típico anúncio feito por uma empresa de design dos 300, como existem muitas cá em portugal, que quer "putos" que façam tudo e mais alguma coisa, porque na verdade a empresa também não tem qualquer objectivo/direcção. Querem fazer tudo a um preço estúpido (o que também destrói o mercado) e então têm que contratar pessoal que desenrasque tudo e mais alguma coisa e claro a pagar pouco.
Mas também há o outro lado da moeda, os recém licenciados na área são muito fraquinhos. E como essa carta que escreveram para a empresa, eu também conseguia escrever parecidas a muitos recém licenciados que enviam o curriculum lá para a empresa.

Não quero com isto dizer que foi mal respondido à empresa empregadora, apenas mostrar o outro lado da moeda, que a força operária que sai das faculdades portuguesas na maioria das vezes não está preparada para trabalhar.

menosketiago™ disse...

Olha, eu só me licenciei há um ano e quando sai sabia essa lista todas à excepção de premiere, after effects e soundforge... LOL

E ainda assim só ainda consegui ser paginador em alturas de aperto da maior editora de revistas por cá (a recibos claro) e 2 meses numa empresa de merchandising.

Já para não falar do mês e meio em que fiz de tudo e mais qualquer coisa numa agência e nem se lembraram de me pagar.

E ainda não apareci em nenhuma revista! Apesar de em vez de mandar respostas foleiras tentar ajudar a minha comunidade nessa questão dos estágios e também com uma plataforma web de divulgação...

Bah, nada que se compare com mandar e-mails irónicos...

PS: Estou a ser sarcástico, sim LOL

telmo disse...

Gostava que ali o Jónatas me explica-se o que é para ele um designer fraquinho porque à designers recém licenciados que metem no bolso muitos dos designers que já andam no mercado à anos.

Anónimo disse...

Python, Anaconda, Jiboia, Scala, Bungee-Jump...

PS: Liguagens de programacao tem que ter logica: Xml, HTML e CSS nao valem.

ArmPauloFerreira disse...

Impecável a resposta.

Anónimo disse...

ais legal, é ver que aqui no Brasil o mesmo acontece. Eu tinha uma visão um pocuo diferente do mercado de trabalho para um designer, na Europa. Mas estou vendo que é um problema mundial.

Telmo E. Julião disse...

Lindo. Lindo. Grande resposta.